ISA - Espírito Santo Section

Área Restrita

Esqueci a senha / Cadastre-se

Cursos

EMED´s (Estações de Medição) para Transferência de Custódia

OBJETIVO

Capacitar pessoal envolvido em produção, transporte, comercialização e engenharia nas áreas cobertas pelas portarias ANP e INMETRO que, regulamentam a Medição Fiscal e a Transferência de Custódia de óleo e gás, a lidar com os termos, conceitos e especificações técnicas, na utilização de Estações de Medição de hidrocarbonetos, orientando os interessados quantos aos aspectos legais e técnicos das Estações de Medição (EMEDs) tanto de líquidos quanto de gás.

PÚBLICO ALVO 

Interessa a todos os profissionais de nível técnico ou superior que trabalham ou venham a trabalhar na área comercial, técnica, operacional, manutenção, projeto ou especificação de Estações de Medição Fiscal ou de Transferência de custódia de hidrocarbonetos (EMED´s).

INSTRUTOR : Virgílio A. Rezende

DURAÇÃO : 3 dias (24 h) - Diurno

EXPECTATIVAS DE RESULTADOS

  • Entendimento do princípio físico e funcional dos medidores de vazão utilizados nas EMEDs;
  • Entendimento funcional do sistema integrado de medição (EMED);
  • Familiarização com as principais normas nacionais e internacionais e seus termos técnicos;
  • Capacidade de análise e decisão de adequação sobre as diferentes tecnologias de medição empregadas;
  • Capacitação para especificação e requisitos de projeto e de desempenho na compra ou adequação de uma EMED;
  • Capacitação para avaliação e auditagem do desempenho da estação e análise de relatórios de medição, de alarmes e de auditagem;
  • Avaliação da incerteza da medição.

DESCRIÇÃO

Serão descritos os principais pontos das portarias nacionais que devem ser atendidos na Medição Fiscal, em quais normas internacionais são baseados os princípios, quais devem ser utilizadas na Transferência de Custódia.

Serão descritos os diversos procedimentos e métodos de compensação de volume e técnicas para obtenção da medição em massa, com base em tabelas de compensação das normas API e ISO.

Será estudado o princípio de funcionalidade dos principais medidores de vazão e transmissores multivariáveis, utilizados para líquidos e para gases, como se originaram os termos empregados nos computadores de vazão, as equações e a funcionalidade interna dos computadores de vazão, a conceituação das diferenças entre os computadores de vazão e os corretores de volume.

Serão abordados os métodos de calibração dos componentes das EMEDs e de avaliação da incerteza total da medição final, visando atingir os requisitos de classes de exatidão estabelecidas nas portarias. Serão abordadas bases práticas de engenharia visando prevenção de problemas operacionais e de desempenho.

PROGRAMA

1.    Introdução.

1.1. Um breve panorama comparando o histórico das medições estáticas (tanque a tanque) com a medição eletrônica e as transformações do mercado em face de quebra do monopólio estatal do petróleo e as novas portarias ANP e INMETRO.

2.    Aspectos legais.

2.1. Apresentação das portarias focando os principais aspectos técnicos e legais, tipos de medidores e incertezas envolvidas tanto na medição de líquidos quanto de gases.

3.    Estações de Medição de Líquidos.

3.1.    Noção Geral envolvendo: Normas internacionais (API, OIML e ISO), componentes principais: transmissores de vazão, temperatura, pressão, densidade, malhas de controle primário e secundário, computadores de vazão e provadores;

3.2.    Especificação dos sistemas de medição fornecidos sobre skid: pontos importantes que devem constar numa especificação;

3.2.1.    Tabelas e normas API para compensação de volume;

3.2.2.    Especificação de diferentes tipos de medidores em função do fluido e da aplicação;

3.2.2.1.  Petróleo bruto com medição de BSW;

3.2.2.2.  Óleo combustível, petroquímicos e GLP com faturamento em massa;

3.2.2.3.  Medidores de deslocamento positivo e turbinas;

3.2.2.4. Medidores coriolis e ultrasom;

3.2.3.    Especificação dos Instrumentos auxiliares que interferem na medição fiscal: densímetros de linha e medidores de %BSW;

3.2.4.    Técnicas de Aferição, Provadores e minimização de incertezas;

3.2.4.1. Calibração de medidores de vazão, de transmissores de temperatura e pressão, de densimetros, de medidores de %BSW;

3.2.5.    Dados importantes a especificar;

3.2.5.1. Perda de carga máxima admissível;

3.2.5.2. Detalhes típicos para instalação de densímetro para a calibração in-situ;

3.2.5.3. Amostradores e tomadas para amostragem manual e automática;

3.2.6.    Especificação de computadores de vazão.            

4.    Estações de Medição de Gases.

4.1. Introdução ao gás natural: composição, comportamento, propriedades: calor específico, densidade relativa, volume normal, temperatura e pressão críticas, compressibilidade;

4.2.  Normas utilizadas na medição fiscal: AGA-3, AGA-8 e ISO 5167;

4.3. Componentes da Estação de medição e regulagem (city-gates): filtros, reguladores, aquecedores, medidores de vazão (placas de orifício, turbinas, coriolis e ultrasom), transmissores de pressão diferencial, computadores de vazão, cromatógrafos;

4.4.   Regulamentações ANP, calibração e incertezas na medição de gás natural;

4.5.  Introdução à cromatografia do gás natural: principio de funcionamento do cromatógrafo, caracterização do gás, contratos de venda de "energia".

5.    Computadores de Vazão.

5.1. Aspectos importantes na configuração dos computadores de vazão para líquidos e gases;

5.2. Como analisar os relatórios e auditar o computador de vazão.        

6.    Avaliação da incerteza da EMED.

ISA Seção ES

Rua das Palmeiras 795 / Sala 605

Edif. Palm Center - Santa Lúcia

CEP 29.056-930 - Vitória - ES

TELEFAX:

(27) 3227-5954

© 2017 - Todos os direitos reservados.

Produzido pela IMPACTA WEB